Perguntas Frequentes

PERGUNTAS FREQUENTES

Esclareça suas dúvidas e conheça um pouco mais do que fazemos e como fazemos.

Em tese é possível investir por meio da Alaska, mas sempre encorajamos os nossos investidores a utilizarem um dos nossos parceiros. Nossa base de clientes cresceu muito e por questões legais de Compliance e de infraestrutura, optamos por não atuar como distribuidores. Para investir nos nossos fundos basta abrir uma conta na plataforma do nosso administrador, através do link: https://www.btgpactualdigital.com/digital/#!/registrar?assessor=282477 ou em algum dos distribuidores que possuem nossos fundos em suas plataformas de investimento. Para conhecer os nossos distribuidores, clique aqui.

Oferecemos cinco fundos de investimentos que oferecem diversificação de ativos e resultados consistentes no longo prazo. Para conhecer os nossos produtos, clique aqui.

Por razões comerciais e de Compliance não enviamos as carteiras atuais dos fundos. O cliente pode acessá-las com atraso de 90 dias pelo sistema de consultas da CVM.

O Alaska Black FIC FIA – BDR Nível I é voltado para investidores qualificados*, tem valor mínimo para investimento de R$ 5.000,00 e seu benchmark é o IPCA+ 6% a.a.. Já o Alaska Black FIC FIA II – BDR Nível I é voltado para o público em geral, tem valor mínimo de investimento de R$ 1.000,00, seu benchmark é o IBOVESPA e tem limite de alocação por CPF de R$250mil.

As composições das carteiras e as estratégias de investimentos de ambos os fundos são idênticas, visto que são duas estruturas de FICs que investem no Alaska Black Master FIA – BDR Nível I.

A diferença de performance entre os fundos se justifica pela apuração de performance por conta dos diferentes benchmarks.

(*) São considerados investidores qualificados as pessoas físicas e jurídicas que possuem aplicações financeiras em valor igual ou superior a R$ 1 milhão.

Os fundos da família Alaska Black FIC FIA possuem carteiras que podem ser compostas por ações, BDR, juros, dólar e índice. Já o Alaska Black Institucional FIA é um fundo de ações tradicional, ou seja, com alocação mínima de 67% em ações, sem operações com juros, dólar e BDR. Por conta disso os fundos podem apresentar retornos muito diferentes em períodos mais longos.

Os fundos Alaska Black FIC FIA – BDR Nível I e Alaska Black FIC FIA II – BDR Nível I possuem um mandato mais aberto que os FIAs tradicionais, uma vez que podem atuar nos mercados de juros, moedas e índices. As estratégias podem ser utilizadas tanto de forma defensiva (hedges) ou como apostas direcionais. O mandato acima foi definido para conferir mais versatilidade na gestão dos fundos, podendo aumentar ou diminuir o risco da carteira de acordo com o cenário esperado pela equipe de gestão. Dessa forma ressaltamos que o caráter volátil (ou não) do fundo não é permanente, e que ele pode assumir posições defensivas ou zerar os riscos de mercado.

Os fundos Alaska Black Institucional FIA, Alaska 70 Icatu Prev FIM e Alaska 100 Icatu Prev FIM por sua vez são fundos que seguem um mandato long-only tradicional, estarão sempre comprados em ações e não possuem exposição em outras classes de ativos. Isso faz com que o comportamento deles tenha uma correlação maior com os principais índices de ações se comparados ao Alaska Black FIC FIA – BDR Nível I e Alaska Black FIC FIA II – BDR Nível I. Como a estratégia de gestão desses fundos é de estarem sempre comprados em ações nos limites mínimos exigidos pela regulação, os fundos terão menos opções defensivas no caso de um período ruim para o mercado de ações.

De qualquer forma recomendamos nossos fundos para investimentos de longuíssimo prazo.

Apenas o Alaska Black FIC FIA – BDR Nível e o Alaska Black FIC FIA II – BDR Nível I podem ter alavancagem em ações, sendo vedado para os demais fundos. Para todos os fundos limitamos a exposição por ação a 15% de exposição ativa, podendo subir passivamente até 18%. Um único caso especial, registrado em comitê de investimentos, pode ter seus limites aumentados para 20% e até 24% passivamente. A exceção fica para os fundos de previdência, que por exigência regulatória podem ter limite de exposição máxima de 15% por ação.

Confira os prazos para resgates e a características dos nossos fundos de investimentos aqui.

A taxa de saída antecipada é cobrada sobre o valor total do resgate, para clientes que pedirem liquidação antes do prazo estabelecido pelo fundo. Esse valor entra para o fundo e não para a gestora, de forma a proteger os cotistas que permanecerão no investimento.

De acordo com a regulamentação vigente, é obrigatória a apuração diária do valor das cotas emitidas, portanto, as rentabilidades estão sujeitas a oscilações diárias.

A existência de cotas diárias permite que o retorno dos fundos de investimentos seja calculado para qualquer prazo, desde o aporte inicial.

O histórico de cotas dos fundos pode ser encontrado no site da Comissão de Valores Mobiliários (CVM) no seguinte link.

É necessário digitar o nome do fundo, clicar em continuar e visitar a seção “Dados diários”.

São considerados investidores qualificados:

I – pessoas naturais ou jurídicas que possuam investimentos financeiros em valor superior a R$ 1.000.000,00 (um milhão de reais) e que, adicionalmente, atestem por escrito sua condição de investidor qualificado;

II – as pessoas naturais que tenham sido aprovadas em exames de qualificação técnica ou possuam certificações aprovadas pela CVM como requisitos para o registro de agentes autônomos de investimento, administradores de carteira, analistas e consultores de valores mobiliários, em relação a seus recursos próprios;

III – investidores profissionais;

IV – clubes de investimento, desde que tenham a carteira gerida por um ou mais cotistas, que sejam investidores qualificados. Objetivo do fundo, fatores de risco e política de investimento do fundo estão disponíveis em seu regulamento.

É indispensável ao investidor a leitura cuidadosa do prospecto e do regulamento do fundo de investimento ao aplicar seus recursos.

Esta instituição é aderente ao código ANBIMA de regulação e melhores práticas para atividade de distribuição de produtos e investimentos no varejo.